Rua Marilia, 40 | São Paulo - BRA
+ 55 11 98300-6511

Por que as redes sociais fazem parte da nossa vida e isso não irá mudar tão cedo

 

 

Atualmente, é praticamente impossível viver sem redes sociais. Você pode até ser uma das pessoas que não gosta tanto de expor os detalhes da sua vida  no Instagram ou Facebook, mas todos os dias ouve alguém dizendo que comentou o post x ou compartilhou a fotografia y. Em outras palavras, você pode até não ser um heavy user, mas é impossível ignorar a importância e o espaço que essas mídias tem ocupado na vida da maioria das pessoas.

Por que as mídias sociais são tão viciantes? A sua timeline tornou-se o seu feed de notícias: você recebe novidades das pessoas que estão conectadas a você, passa a saber dos lançamentos da marca da qual você é fã, recebe atualizações daquele blog que você adora, vê fotos dos bastidores do seu artista favorito e assim vai. Como não passar horas aficionado à sua timeline tendo a impressão de que se passaram apenas alguns minutos? #QuemNunca

Também não há como negar as contradições que as redes sociais e o acesso à internet pelo celular escancararam: nos tornamos próximos a pessoas que estão distantes de nós e, ao mesmo tempo, parece que começamos a ter dificuldade de aproveitar a companhia e o papo com quem está ao nosso lado. Temos certeza de que nesse momento veio `a sua mente a imagem de uma roda de amigos no bar ou no parque e todos vidrados na telinha do celular com o corpo ali naquele local, mas a mente em outro.

No balanço geral o que fica? A quantidade de usuários de redes sociais não vai diminuir, já que a quantidade de vantagens e prazeres que elas nos oferecem é gigantesca. O desafio é acessar conteúdos relevantes e condizentes com o que estamos buscando em cada rede social – e dosarmos a quantidade de tempo que passamos nelas para não perder coisas bacanas no mundo offline.

Leave a comment