Já não é mais novidade que o novo divertimento do Mark Zuckerberg é adicionar a função histórias em todas suas redes sociais, a fim de concorrer com o Snapchat. A primeira rede que recebeu essa funcionalidade foi o Instagram, seguido depois do Whatsapp, Messenger e agora o Facebook. Mas é possível utilizar esse meio como estratégia de marketing? A resposta é sim.

Muitas marcas que já haviam investido na comunicação no Snapchat se perguntaram o porquê voltar para o Instagram. O simples fato de centralizar em um mesmo canal a sua comunicação, o torna mais acessível e consequentemente mais visto.

O Instagram se tornou um grande aliado de empresas, principalmente as relacionadas a produtos, e após algumas mudanças no algoritmo da rede muitos perfis foram prejudicados com o alcance, não tendo seu conteúdo entregue para toda a base de seguidores, mas o stories não sofre essa interferência, pelo contrário, ele potencializa o alcance e a interação.

Mas como usar a função história, que geralmente é tão pessoal, para anunciar algo? O primeiro passo é saber quem são seus seguidores. Aprender sobre o público alvo determina a direção de uma ação e o desenvolvimento de conteúdos que sejam do interesse dele. Algumas alternativas para a criação de conteúdos são:

  • Uso de influenciadores;
  • Bastidores;
  • Coberturas de evento ou lançamentos;
  • Teaser para redirecionar a outra plataforma.

Toda plataforma pode ser adaptada e usada a seu favor! O importante é o conteúdo seja rápido, e transmita a mensagem em 24h (tempo que a história fica disponível para os seguidores).

Comments

comments