Rua Marilia, 40 | São Paulo - BRA
+ 55 11 98300-6511

O impacto das mídias sociais no turismo

Cada vez mais as mídias sociais influenciam as decisões de compra, nos mais diversos setores. A indústria do turismo não é exceção a essa regra: um estudo recente do Booking.com reforçou esse fato, ao mostrar como as redes têm peso nas escolhas que os usuários fazem na hora de planejar suas férias.

Na pesquisa, 51% dos entrevistados disseram querer escolher um lugar que nenhum de seus amigos já havia visitado. Com isso, consideram fundamental encontrar um destino de viagem antes que ele se torne muito popular e perca o fator novidade, o que pode ser auxiliado pelo uso das redes sociais.

Outra tendência apontada pelo estudo é a força das imagens no processo de decisão. Com este foco, existem duas plataformas de mídia social nas quais os participantes do setor devem colocar seu foco principal: Instagram e Pinterest.

Por que o Instagram?

O Instagram é hoje uma das redes mais utilizadas por jovens e profissionais, seja para o lazer quanto para realizar pesquisas. A pesquisa encomendada pelo Booking.com mostrou que 50% dos brasileiros consideram quão “Instagramável” era o destino na hora de decidir para onde viajar. Esse número é ainda maior entre os millennial – sobe para 59%. O levantamento ouviu 21.500 pessoas de 29 países, e constatou ainda que 17% dos usuários prestaram atenção em que locais as celebridades ficam e procuraram por acomodações semelhantes.

Saber desse comportamento dos usuários permite às empresas modificarem suas estratégias de venda e de conteúdo, com foco em imagens de tirar o fôlego e no discurso necessário para convencer um potencial cliente a decidir seu destino. Uma prova disso é o fato de que o Facebook, empresa controladora do Instagram, anunciou suas intenções de tornar seus anúncios do Instagram Stories mais transacionais, uma possibilidade para empresas fornecerem a experiência e confiança que possuem de uma forma mais interativa e cativante.

E o Pinterest?

Embora não tão usado quanto o Instagram, o Pinterest possui, dentre suas categorias mais populares, uma seção de viagens em que os usuários navegam para procurar informações e planejarem seus roteiros. A empresa inclusive cunhou o termo “planejador de viagens”, para descrever aqueles que, nos últimos três meses, procuraram ativamente ou fizeram compras de viagens. Seus próprios dados afirmam que 76% deles tomaram decisões de compra com base no conteúdo de viagens que veem no site.

A partir disso, a empresa criou cinco personas diferentes: “o turista em grupo, o caçador da cultura, o peregrino do spa, o amante da aventura e o explorador de refeições”, associando palavras-chaves a cada uma delas. Isso permitiu aos anunciantes focar seus conteúdos nos usuários mais adequados e ter mais retorno.

Outro ponto interessante da rede é a lista Pinterest 100, que revela os termos mais pesquisados ​​em várias categorias. Entre elas, estão viagens e comida. Ilhas menos viajadas (um aumento de 179% nas buscas) e castelos abandonados (um aumento de 142%) são alguns dos termos mais sugeridos. Isso também auxilia no momento de planejar uma campanha e os conteúdos que serão postados por sua marca.

De maneira geral, podemos dizer que as redes sociais hoje se tornaram essenciais para qualquer tipo de empresa e, em especial no ramo do turismo, vemos seu poder transformador nos hábitos dos usuários, que recebem conteúdos diariamente e constróem suas próprias ideias de roteiros, destinos e experiências. É fundamental acompanhar essas tendências e começar a planejar suas próximas campanhas.

Leave a comment