Av. Paulista, 1374 / 11º andar - Bela Vista, São Paulo - SP, 01310-100
+ 55 11 98300-6511

Redes sociais como ferramentas de vendas

 

 

O processo de venda vem mudando drasticamente nos últimos anos. Os consumidores estão mais bem informados e conectados, e uma simples ligação de venda não costuma mais alcançar os resultados de antes. A maioria dos compradores prefere fazer pesquisas na internet e, dessa forma, a tendência é que só tenham contato com a equipe de vendas para discutir detalhes finais acerca do produto/serviço que estão adquirindo.

Um dos locais em que seus potenciais clientes buscam informações sobre sua empresa e seus profissionais de vendas é nas mídias sociais. As empresas, aos poucos, estão profissionalizando a gestão dessas redes, deixando essa tarefa a cargo de equipes internas ou contratando empresas especializadas.

Porém, no caso de profissionais que atuem com vendas, é necessário que os seus perfis pessoais em redes sociais também recebam uma dose extra de atenção.

Esses canais são muito importantes e, por isso, vale a pena investir tempo implementando as melhores práticas.

Cuidados com os seus perfis pessoais

1) Seu perfil do Facebook

Apesar dessa ser uma de suas redes sociais mais pessoais, isso não impede que seus potenciais clientes busquem pelo perfil e deem uma olhadinha após você fazer contato com eles. Portanto, é importante avaliar como você quer ser visto nesse caso.

A sugestão é que reveja as configurações de privacidade de seus posts. Assim, o profissional pode se prevenir de passar uma má impressão por conta de comentários muito pessoais de amigos em seus posts ou de conteúdos de entretenimento que você tenha compartilhado.

  1. Seu perfil no Twitter

Certifique-se que seja facilmente encontrado na rede, preenchendo detalhadamente o perfil. Descreva seu cargo, a empresa que atua e suas área de interesse nessa rede sociais. Vale algumas áreas de interesse que vão além de sua atuação profissional imediata. É importante que procure compartilhar conteúdo relevante e interagir quando qualquer pessoa entrar em contato.

  1. Seu perfil do LinkedIn

Pelo caráter mais profissional, os usuários tendem automaticamente a ter mais cuidado no preenchimento de todos os campos disponíveis, observando para o tipo de linguagem esperado nessa rede social. As dicas aqui são: procure aproveitar tudo o que o LinkedIn tem a oferecer: recomendações, sugestões de novas conexões, etc.

 

Redes sociais e vendas

Ao mesmo tempo, há uma enorme gama de informações a serem exploradas nesse universo e que pode ajudá-lo no processo de vendas:

  • Identificar consumidores insatisfeitos com os serviços/produtos oferecidos pela concorrência;
  • Perguntas sobre como resolver uma demanda exatamente no mercado em que você atua;
  • Posts de recomendações e/ou avaliações sobre seu produto;
  • Como a concorrência está se relacionando com potenciais clientes

No caso de leads já existentes, a sugestão é que você acompanhe os conteúdos postados e compartilhados por eles nas redes sociais. Sabemos que quanto mais informações o profissional de vendas tiver em mãos, melhor consegue se relacionar e atender às expectativas desse lead.

Por exemplo, contatos em comum ou hobbies que ambos tenham interesse pode ser uma poderosa ferramenta para estreitar laços e, com isso, você também cria proximidade para entender melhor as objeções para a compra.

Conteúdo relevante

Fornecer conteúdo relevante pode ajudar você a abrir um diálogo e também tornar-se uma fonte confiável. Em alguns casos, a equipe da marketing das empresas já se dedica à produção de blogs e e-books. Procure estar por dentro de todo o conteúdo novo para usufruir ao máximo o potencial do poder da informação.

Antes de compartilhar conteúdo com o cliente, entenda qual o post, vídeo ou e-book que mais fariam sentido para ele naquele momento. Mostre a ele que seu objetivo é informá-lo e, no momento certo, apresente o valor do seu produto ou serviço.

Explore ao máximo as mídias sociais e boas vendas!

Related Posts

Leave a comment